Home Segunda, 16 Julho 2018
'A Certificação IPMA APOGEP abre portas num mundo afunilado e cada vez mais exigente.' Versão para impressão Enviar por E-mail

 

ENTREVISTAS APOGEP

 

Nuno Ribeiro obteve, no passado dia 14 de junho, o mais elevado nível de Certificação IPMA APOGEP, no domínio Projetos: Certified Project Director - IPMA Level A.


São apenas sete os detentores, no nosso país, deste nível de certificação. Desde 2017 que é possível a certificação Nível A também nos domínios Programas e Portfolios.

 

 

 

Parabéns, Nuno, pela obtenção deste reconhecimento das suas competências de gestão de projetos. O que o motivou a abalançar-se a esta certificação?

 

Sempre me identifiquei muito com a gestão e a minha formação é em engenharia na gestão de projetos.

 

No início geria pequenos projetos de 25 M, até que em 2007 tive a oportunidade de avançar para os megaprojetos, valores de 1 Bi até 4 Bi com a Odebrecht.

 

Nesta empresa, e dado a sua dimensão transnacional, somos incentivados a ser empresários, e não simples empregados, e isto levou a que quisesse aprofundar asminhas competências, o que teve como consequência direta a certificação em Senior Project Manager – IPMA Level B.

 

Em 2015, saí da Odebrecht, devido aos problemas internos da empresa.

 

Em 2016 ingresso na Elecnor, para um megaprojeto na Argélia – o maior do país - como Diretor de projeto. Este projeto tem contornos muito especiais e complicados, desafiantes, com elevado risco, como exemplo tive de adaptar até ao momento 3 macro estratégias diferentes devido à falta de informação que possibilitasse uma visão clara do projeto.

 

Foi neste entorno desafiante e de extrema dificuldade que em 2018 decidi ir mais além, e propor-me a uma certificação nível A.

 

Com esta certificação validada pela IPMA APOGEP eu estava a trabalhar para o meu futuro próximo, pois seria reconhecido mundialmente, estaria validado / qualificado para trabalhar em qualquer lugar do mundo. Sem certificação, o profissional tem de demonstrar as competências por meio de um curso de curta duração ou um exame durante a imigração para outro país; profissionais certificados em Project Manager não precisam passar por nenhuma avaliação. Eles podem ir e imediatamente começar a trabalhar.

 

Pode descrever-nos brevemente o seu trajeto profissional: de que forma se tornou gestor de projetos? Como descreveria o percurso que fez no exercício desta atividade?

 

Iniciei a minha atividade em 1992, ajudando no departamento de subsolo e cadastro da C.M.L, estava ainda a terminar o curso de Engenharia Civil.

 

Em 1994, entrei para a Edifer, onde tive o primeiro contacto com um projeto de grandes dimensões, era um complexo habitacional no valor de 20 M.

 

Em 1996, tentei trabalhar por conta própria, ao abrir uma empresa de construção de micro dimensões, a qual levantei do 0 até ao 1 M / anual de faturação, mas fui engolido pela crise mundial de 1998. Esta minha empresa mostrou-me que necessitava aprender mais a nível finanças, comercial, vendas, outros.

 

Em 1999, e porque tinha administrado uma empresa, fui contratado pela Somague, onde executei vários projetos até 2005, tanto em Portugal como em Angola (primeira experiência internacional).

 

Entretanto, tive a oportunidade de frequentar varias formações sendo de destacar o PAGE – Programa Avançado de Gestão, ministrada aos quadros da Somague pela Universidade Católica Portuguesa.

 

Em 2006, a economia estava a decair e foi quando dei o salto para a internacionalização.

 

Em 2007, tive a oportunidade de ingressar na Odebrecht, primeiro para o aeroporto internacional de Trípoli, Líbia. Era um projeto de 2 Bi. Foi um choque. Tive de reaprender toda as noções que tinha de gestão de projeto, pois não é o mesmo gerir 40 M e 1 Bi, é muito diferente. Como já tinha dito, nesta empresa somos empresários, donos de uma unidade de negócio e isso é um conceito extremamente diferente e novo. Tinha de desenvolver as minhas competências, pois seria avaliado como gestor dessa unidade ou projeto.

 

Senti a necessidade de mais formação e fui para a Universidade Católica, onde frequentei curso de PAGAP – Programa Avançado em Gestão de Projetos.

 

Em 2009, estava na construção da maior mina a céu aberto do mundo em Moçambique, Tete, e decidi certificar-me em Gestão de projetos.

 

Consegui a certificação Nível B pela IPMA APOGEP, nesse mesmo ano.

 

Em 2012, fui deslocado para a construção de um complexo industrial no valor de 4Bi, no México, com um efetivo de 26.000 pessoas. Aqui, estava responsável pela construção e gestão de duas unidades de HDPE e uma unidade de load unload chemical´s no valor construção, sem equipamentos, de 800 M.

 

Em 2015, obtive a recertificação Nível B em gestão de projetos pela IPMA México.

 

Em agosto de 2015, e com os problemas internos da Odebrecht, voltei ao mercado de trabalho e fui contratado, em julho de 2016, como Diretor de projetos numa fábrica de aço na Argélia, no valor inicial de 164 M.

 

A gestão de projetos sempre me deu as ferramentas e a tranquilidade necessárias para a gestão de todos estes projetos, sendo que, ao fazer a certificação como gestor de projetos, aprendem-se muitas técnicas que ajudam a simplificar as habilidades de gestão de projetos para garantir uma entrega 100% bem-sucedida.

 

Que características considera essenciais para um gestor de projetos?

 

Para poder trabalhar como gestor de projetos, é necessário demonstrar alta credibilidade.

 

A certificação em gestão de projetos ajuda-nos a reconhecer quais são as competências e habilidades necessárias à gestão de projetos.

 

O gestor de projetos tem de ter muita resiliência, honestidade consigo mesmo e com os outros, saber liderar a sua equipe, saber escutar antes de decidir. A escolha da equipe é fundamental. O gestor de projetos deve tomar as decisões que tiver de tomar em prol do projeto. Claro que ter visão estratégica ajuda, mas isso vem com a experiência, e quanto mais experiência, melhor. Em gestão de projetos, é necessária preparação, não improvisação; não é atividade para improviso. O gestor de projetos precisa de maturidade e muito respeito pela vida humana no momento de tomar decisões que afectam a estrutura de HSE (Health and Safety Executive). Saber receber críticas e encontrar soluções, ser criativo usar os processos e métodos ao seu dispor, é uma batalha diária.

 

Porque razão optou pela Certificação IPMA APOGEP?

 

A IPMA APOGEP certifica a experiência, a obra feita, as provas dadas, certifica as competências do indivíduo segundo um critério de avaliação.

 

Na Certificação IPMA APOGEP, o gestor tem de continuar a evoluir de acordo com um plano de vida e carreira, para não perder a certificação. Acho este método muito mais honesto e com garantia de qualidade no momento de uma empresa procurar um gestor.

 

Teve dúvidas na escolha do domínio em que se certificar?

 

Não, a gestão de projetos sempre foi meu domínio e o que gosto de fazer.

 

Como descreve a sua experiência do processo de Certificação que acabou de realizar?

 

Todo o processo decorreu em ambiente de muita transparência, e elevado nível académico e profissional.

 

Como eu estava a fazer uma candidatura a Nível A, a exigência foi muito grande, mas, de certo modo, devo referir que foi equivalente à exigência a que estou sujeito todos os dias da minha vida profissional.

 

Que benefícios considera que a obtenção da Certificação Nível A trará ao seu percurso profissional, à empresa em que trabalha e/ou aos projetos por si geridos?

 

A IPMA APOGEP certifica competências, logo a certificação acaba por abrir portas num mundo afunilado e cada vez mais exigente onde as empresas procuram um certo nível de exigência que a formação por si só não pode dar.

 

Uma empresa que necessite de um quadro de determinada competência saberá onde procurar e o que significa um certificado Nível A, um B ou um C; é o caminho de garantia de que essa pessoa tem as competências necessárias e as sabe utilizar.

 

Quais são as suas ambições para o futuro mais próximo? O que gostaria de realizar enquanto gestor de projetos?

 

Gosto bastante do que faço e dos desafios que fui tendo de superar ao longo da minha carreira.

 

Todos nós temos características e competências únicas que desenvolvemos ao logo da vida e, num futuro próximo, poderia colocar tudo que aprendi durante estes 26 anos ao serviço de algum desafio novo, talvez arranha-céus, ou aeroportos, especialmente em países da Europa, América ou Canadá.

 

Acreditamos que haverá em Portugal mais que sete profissionais merecedores da distinção que acabou de obter. Que palavras poderia deixar aos colegas que ponderam a obtenção da certificação como Certified Project Director - IPMA Level A?

 

Sem a menor dúvida, Portugal é um país muito pequeno comparado com os países por onde já passei, mas com gente de muita qualidade. Acho e acredito que sete é número muito pequeno para o potencial e capacidade de gestores que temos, e que muitos mais deveriam candidatar-se a certificação de acordo com as suas competências.

 

 

 

 

Membro

Junte-se a nós nas redes sociais

logo linked inlogotipo facebook

 

Contacte-nos

APOGEP

Telefone: 211 229 068 - Email: info@apogep.pt
Morada: Avenida da República, 50, 2º 1050-196 Lisboa

Your are currently browsing this site with Internet Explorer 6 (IE6).

Your current web browser must be updated to version 7 of Internet Explorer (IE7) to take advantage of all of template's capabilities.

Why should I upgrade to Internet Explorer 7? Microsoft has redesigned Internet Explorer from the ground up, with better security, new capabilities, and a whole new interface. Many changes resulted from the feedback of millions of users who tested prerelease versions of the new browser. The most compelling reason to upgrade is the improved security. The Internet of today is not the Internet of five years ago. There are dangers that simply didn't exist back in 2001, when Internet Explorer 6 was released to the world. Internet Explorer 7 makes surfing the web fundamentally safer by offering greater protection against viruses, spyware, and other online risks.

Get free downloads for Internet Explorer 7, including recommended updates as they become available. To download Internet Explorer 7 in the language of your choice, please visit the Internet Explorer 7 worldwide page.